domingo, 7 de junho de 2009

Mudanças à Vista

Janeiro de 2006. Já estava decretada minha saída de Bauru. A empresa achou melhor que eu fosse para a afiliada de Itapetininga, pra poder ser "lapidado" na profissão. Claro, já que ninguem ali, tinha paciência para ensinar, vamos pra outro lugar. Itapetininga foi uma lapidação e tanto... rs... na profissão, na maneira de ver as coisas, na maneira de viver. A cidade não tinha muita estrutura. Mas estava mais perto de Sorocaba e São Paulo. Fiquei uma semana no hotel pago pela TV. Depois disso, não pagaram mais nada. Tive que me virar. Aluguei um cafofo (que mais tarde eu descobriria que tinha sido ponto de tráfico) num bairro que não era perigoso, segundo os moradores. Não deu pra ficar. O lugar era provisório mesmo, só pra poder trazer meus móveis de Bauru. As condições eram péssimas. Me sentia inseguro. Chorava todas as noites. Alan, um amigo de Bauru, presenciou meus prantos ao telefone, certa vez. Mas o papai do céu enviou Dona Ana. (êta mulher arretada sô). Um anjo de Deus na minha vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário